“A Gata do Dalai Lama” e “A Arte de Ronronar”

 

Se você, como eu, está cansado de ouvir que o mundo está caótico e que o comportamento humano é desalentador, esses dois romances de David Michie são para você.

Através dos olhos da simpática gata protagonista nos é apresentada uma outra realidade: compaixão e compreensão reinam soberanas no reino do Dalai Lama. Quero mudar para lá!

Os dois livros são leves, mas não superficiais. Os conceitos do budismo são transmitidos através de histórias e eventos cotidianos da vida de pessoas comuns. A possibilidade de autotransformação, de redenção, é sempre presente.

A leitura é fácil e agradável. Após terminar os livros, fica o sentimento de esperança e a vontade de agir mais amorosamente. As palavras do autor, na primeira página do livro “A Gata do Dalai Lama”, se tornaram um mantra para mim:

“Que todos os seres alcancem a felicidade e todas as causas verdadeiras da felicidade.
Que todos os seres se libertem do sofrimento e de todas as causas verdadeiras do sofrimento.”

Que assim seja!

Autor: Marise Toschi

Professora e tradutora de Francês, instrutora de Being Energy. Buscadora, praticante de yoga, meditação, estudiosa de tarô e astrologia. Com +50, casada, um filho e uma cachorra mimada. Escrevo às quintas-feiras sobre espiritualidade, corpo e comportamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *