O Peso das Dietas

Você está saboreando alegremente um suculento pedaço de pizza. Aí, a pessoa na sua frente declara que vai “amanhã, vai malhar em dobro para queimar as calorias.” Vontade de sugerir que a criatura mantenha a boca ocupada, mastigando, pois, esse tipo de comentário tem como objetivo lembrar que estamos cometendo o pecado da gula e que quem não vive sob o controle de uma dieta restritiva não é legal.  Mas será que controlar permanentemente tudo o que comemos é uma necessidade real? Será que não estamos menosprezando a sabedoria do nosso próprio corpo?

Segundo Sophie Deram, autora do livro “O Peso das Dietas”, é isso mesmo que está acontecendo. Os estudos mostram que dietas restritivas são contraproducentes. Um grande número de pessoas pode experimentar compulsões alimentares pós-dieta. É o chamado efeito sanfona, o emagrece-engorda que faz parte da vida de tanta gente.

Ela explica é que devemos retomar o contato com nosso próprio corpo, ouvir seus sinais de fome e de saciedade, escolher os alimentos de acordo com nosso discernimento.

Transcrevo aqui algumas de suas frases:

“Uma alimentação saudável deve ser variada, equilibrada e consumida com prazer e com atitudes adequadas, por exemplo, comer sem culpa. O comportamento é tão importante quanto o nutriente! ”

“Você tem que aprender a escutá-lo (o corpo). A senti-lo, a entendê-lo para mostrar a ele que você está bem e não sob um ataque ou vivendo em uma época com falta de alimentos, assim ele não precisa armazenar gordura para proteger você! “

“Peso não é a causa, mas sim a consequência do seu estado de saúde e bem-estar.“

“Em vez de tentar controlar o seu corpo, dance com ele! A chave é resgatar a sua percepção de fome e saciedade para comer conforme a sua necessidade.”

“Você tem fome de quê? Nem sempre é de comida! Pergunte-se.”

Gostei muito do livro. Ele acrescenta consciência ao ato de comer. Uma refeição deve ser um momento de prazer e não de angústia.  E, como sempre, tudo começa com a escuta do próprio corpo.

Autor: Marise Toschi

Professora e tradutora de Francês, instrutora de Being Energy. Buscadora, praticante de yoga, meditação, estudiosa de tarô e astrologia. Com +50, casada, um filho e uma cachorra mimada. Escrevo às quintas-feiras sobre espiritualidade, corpo e comportamento.

2 comentários em “O Peso das Dietas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *