Jeans e flats

Calças jeans são quase unanimidade na moda – com raríssimas exceções, todo mundo tem ao menos uma no guarda-roupa. Durante um bom tempo acreditei que para nós, 50′, as jeans deveriam ser retas e de cor escura, preferencialmente sem lavagens (desbotados). E, sim, esse é um modelo sem erro, com ele você estará 100% segura de estar corretamente vestida.

Ultimamente estou tentando incluir novos modelos e cores – afinal, não é todo dia que a gente quer segurança, às vezes quer mesmo é ousar. Sobre novas modelagens, esta aqui está sendo muito usada: a barra assimétrica.

Mais curta na frente que atrás, sem acabamento além do corte, uma boa opção para quem vai comprar jeans agora. E é preferencialmente usada com rasteiras, mules e sandálias flats. O que nos leva ao outro tópico deste post: a escolha do pisante.

Mule: esse tipo de sapato é traiçoeiro pois, se não tiver bastante área sobre o peito do pé, vai lhe obrigar a ficar encolhendo os dedos para “segurá-lo” no lugar, o que é totalmente não recomendado por ortopedistas.

Acima, uma Monse, caríssima, que não resisti a colocar aqui porque fiquei apaixonada pela ousadia dessa combinação de cores, materiais e estampas. As mules são quase chinelos, se não tiverem algum item de interessância, vão ficar exatamente como chinelos de quarto.

As acima estão  no site OQVestir, escolhidas por mostrarem estilos e marcas diferentes.

Sandálias: bem mais confortáveis, têm amarração ou tiras no calcanhar, deixando o pisar mais firme. Um pouco de salto é bem vindo, mas nada muito alto – até uns 4 cm estão dentro desta proposta.

Exemplo de interessância: Esta Jacquemus “Les Boutons Sandals” com saltos diferentes. Não é uma ousadia? E uma graça?

Em nosso País, pelo próprio clima, é mais difícil encontrar sandálias fechadas como a acima. E a nomenclatura também é confusa: encontrei mules na seção de sandálias e vice-versa. Vale olhar tudo quando estiver procurando online.

Escolhi aqui as mais fechadas ou com saltos diferentes (achei um bolinha e um quadrado ).

Conselho final: o conhecido é bom, porém, sair da caixinha e buscar novas formas de se expressar, mesmo que somente através da moda, é muito melhor.

Autor: Denise Ribeiro

Moda e livros são meus interesses atuais. Sou #fã de Nova York, Doctor Who, Queen, chocolate e boas séries.
Com +50, sou casada e tenho dois filhos universitários.
Escrevo todas as terças-feiras sobre moda – ou algo mais que tenha chamado minha atenção ;)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *